Porto de Sines

Porto de Sines

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Português dá samba

Os portugueses têm espírito empreendedor, enfrentando as dificuldades com a sua capacidade de improvisação, de integração e criatividade, dedicando ainda a sua "energia disponível" a projectos por vezes de grande envergadura.
É o caso do comerciante, Fernando Horta oriundo da Lixa, radicado há 45 anos na cidade maravilhosa do Rio de Janeiro. É presidente da Unidos da Tijuca, desde 1986 - um dos piores momentos daquela agremiação.
Vestido com o seu fato de presidente da escola de samba, exibia coreografias que deixaram o sambódromo de boca aberta, no considerado o melhor desfile da Unidos da Tijuca de todos os tempos, face às inovações alardeadas pelos sambistas.
A escola apresentava ao público, o esforço de um ano dedicado àquele momento único, tendo toda a chance de ganhar o título.
Foto in JN

9 comentários:

manuel marques disse...

"Português dá samba."
Boa.

Abraço.

Multiolhares disse...

Assim é o nosso povo desde sempre disposta a arriscar, a lutar, que acreditam no seu potencial
Boa noite

jorge disse...

Olá Amigo Manuel Marques,
Obrigado pela sua presença neste modesto espaço. Ainda bem que apreciou. Cá espero atentamente os seus criteriosos comentários.
Um abraço.

jorge disse...

Benvindo Multiolhares,
Este espaço é seu. Obrigado pelo seu "olhar".
Os portugueses são assim mesmo. Integram-se fàcilmente em quaisquer comunidades, tendo a faculdade de compreender pessoas com conceitos e culturas diferentes.
Volte sempre.
Saudações cordiais.

jorge disse...

Benvindo Multiolhares,
Este espaço é seu. Obrigado pelo seu "olhar".
Os portugueses são assim mesmo. Integram-se fàcilmente em quaisquer comunidades, tendo a faculdade de compreender pessoas com conceitos e culturas diferentes.
Volte sempre.
Saudações cordiais.

São disse...

Mas porque motivo aqui não nos valorizamos assim ?!

Tudo de bom.

jorge disse...

Obrigado pela sua visita a este cantinho. Fico na expectativa dos seus comentários.
Há os que se valorizam. Outrossim por inibição ou falta de oportunidades.
Bjis

Graça Pereira disse...

Mas nós somos FANTÁSTICOS!!!Podemos usar muitas vezes a lei do "desenrrasca" mas, aonde nos metemos é sucesso garantido...
Beijo
Graça

jorge disse...

Olá Graça,
Concordo, nós com a nossa capacidade de desenrasca e improvisação até "damos cartas", o que precisamos é de capitalizar essa capacidade e muitas vezes não ficarmos por aí. Felizmente há muitos que perceberam isso e isto deve ser transmitido e estimulado logo nas escolas.
Bjis