Porto de Sines

Porto de Sines

domingo, 3 de janeiro de 2010

"Serenata à Chuva"



Chove bastante. Uma semana atrás de outra. Invade-me uma certa melancolia. Em vez dela os alertas próprios da idade que o meu médico vai colmatando nas visitas semestrais que lhe faço e a minha mulher na alimentatação mediterrânea que criteriosamente confecciona. O meu bem haja a ambos por contribuírem para eu chegar ao 2010 num estado de saúde tão aceitável quanto os meus setenta e ... tais permitem.

Já não me julgo capaz de tentar imitar Gene Kelly (embora outros o possam fazer) na "Serenata à Chuva", filme que vi e admirei nos longínquos anos 50, na Primavera da minha vida.

Resta-me aguardar pela Primavera.

6 comentários:

Kimbanda disse...

Olá Jorge,
Muito prazer e o meu agradecimento pelo precioso tempo que dedicou ao meu humilde espaço.
As suas palavras foram sábias e realmente se saber ouvir é um dom, o olhar atento ao que nos rodeia é fazer parte dum todo e nos ensina a respeitar os outros e a natureza. Um olhar nunca se consegue com exactidão traduzir em palavras.
Por vezes antes não ver tão bem o que se vai passando à nossa volta, mas esse é um outro assunto.

Nós os portugueses nunca vivemos com alegria os momentos em que o sol não espreita.

Com a idade já não há o que nos faculte dar umas passadas a Gene Kelly, mas ainda vamos conseguindo fazer umas serenatas faça sol ou faça chuva, basta ter paixão pela vida, pela partilha.

Desejo sinceramente muita e boa saúde para este ano e vindouros,
Abraço,

jorge disse...

BEM-VINDO, KIMBANDA! Tal foi a satisfação que experimentei ao receber o seu comentário.

Gosto sempre de aprender (o seu comentário é por si só um ensinamento).
Todos somos um pouco ignorantes só que em assuntos diferentes. Leonardo Da Vinci assinava Leonardo o iletrado.

Agradeço e retribuo os votos de boa saúde, desejando-lhe um Bom 2010.
Outro abraço,

Regina disse...

Faça chuva, faça sol o AMOR também nos comanda...

jorge disse...

É isso Regina!

... O amor vem como o sol e a chuva, faz renascer a esperança e a fé em nossas vidas ...

Anónimo disse...

Jorge:

Eu também já não tenho as passadas do Gene Kelly, mas como chove quase todos os dias aqui em Meudin (Paris), todos os dias canto e danço ao atravessar a rua para ir fazer as minhas compras. Correr para não ser atropelado, e cantar, sempre cantando à vida! Os anos não recuam, mas nós podemos sempre avançar!

Abraço!

Rogério

jorge disse...

Rogério,
Folgo pela sua boa disposição. Também faço as minhas caminhadas.
O relógio da vida não para, muito menos volta para trás. Há que cada um viver o presente, o melhor possível.
Abraço