Porto de Sines

Porto de Sines

sábado, 24 de janeiro de 2015

" Castelo de Elvas "

Elvas constituiu, desde a Idade Média até ao século XVIII, um ponto estratégico da defesa da zona raiana do Alto Alentejo. O perigo espreitava próximo e tinha um nome: Espanha.
O comboio tshu-tshu chegou ao Castelo de Elvas. Antes de franquearmos o portal de entrada admiramos as suas duas torres quadrangulares, a mais alta corresponde à sua torre de menagem, bem como a beleza das suas muralhas ameadas.  

Após um trecho de muralhas ameadas surge uma invulgar construção circular,  coberta por cúpula semiesférica e envolta por uma passagem estreita protegida por parapeito com largas ameias.
Já no interior do castelo admiramos novamente a beleza da sua gigantesca da torre de menagem.
Esta edificação funciona actualmente como Posto de Turismo.

Altos dignitários terão outrora partilhado estes assentos  "com pompa e circunstância".
Ao longe avistamos o Forte de Nossa Senhora da Graça, oficialmente denominado como Forte do Conde de Lippe. Em posição dominante sobre o chamado Monte da Graça.


Aguçada a curiosidade, tentamos a aproximação da imagem para ver mais em detalhe este forte que integrava a defesa da Praça-forte de Elvas e a complementava.
Utilizado no passado como prisão militar, o conjunto encontra-se em condições próximas da ruína.
Um pormenor das ameias piramidais, da guarita de vigilância, visando também homenagear a beleza da paisagística rural da região .


Fonte: Google [adaptação]

Fotos: cajoco



12 comentários:

Majo disse...

~
~ ~ Belíssimo e emocionante, Jorge!

~ ~ Muito sangue correu nessas ameias e nesses vastos campos!

~ ~ Sangue de generais e de soldados desconhecidos, portugueses e dos que combatiam à ordem de Castela.

~ ~ Só uma grande diferença, os nossos lutavam para defender o que era seu!

~ ~ ~ ~ ~ Brava Elvas!! ~ ~ ~ ~ ~

~ ~ Fotos da melhor qualidade, enquadradas com sabedoria.

~ ~ ~ Gratíssima pela partilha. ~ ~ ~

~ ~ ~ ~ Abraço, Amigo. ~ ~ ~ ~
.

Jorge disse...

Majo,
É sempre bom partilharmos os caminhos emotivos e épicos da nossa história.
Quando o perigo é grande não devemos fugir, antes enfrentá-lo com argúcia.
Muita paz, muita luz, para si e... obrigado!

Antonio Barreira disse...

Jorge
Este novo ângulo da cidade de Elvas, era-me desconhecido, pois na altura da visita a Elvas, não houve a curiosidade de o visitar.
Na verdade, se as pedras que constituem o castelo, e não só, pudessem falar, muito teriam para contar.Sempre oportuno em desvendar com arte o que de belo temos.
Toneca

Jorge disse...

Toneca,
Divulgar o património histórico e cultural de Portugal é o que de melhor tenho para oferecer e partilhar com os amigos. Portugal é sempre uma surpresa.

luisa disse...

Magníficas paisagens! :)

Suzete Brainer disse...

Grata pela partilha,Jorge.
A arte das tuas fotos e o texto
rico de história e cultura.

Uma semana luminosa!
Abraço grande.

São disse...

Grato abraço por este passeio através de uma cidade que não visito há muito tempo.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Jorge!

E visitei cá de longe, aquilo que então não consegui quando lá estive:com o castelo mal conservado e entrada vedada.Claramente muita coisa mudou desde então, e francamente para melhor.
E obrigado pelo passeio.

Um abraço amigo
Vitor

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Parabéns por este excelente trabalho.
Falar de nós da nossa história e dos nossos monumentos.
Parece que todos ficaram gratos e estão encantados.
Quantas vidas se perderam na sua conquista e na sua defesa?

© Piedade Araújo Sol disse...

bonita foto reportagem.
gostei muito.
beijinho amigo

:)

Jorge disse...

Luis Coelho,
É sempre gratificante o reconhecimento do nosso trabalho, quanto mais não seja anima-nos a fazê-lo cada vez melhor. Obrigado!

Jorge disse...

Piedade,
Obrigado pelo comentário generoso.