Porto de Sines

Porto de Sines

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

" Inspecção de Equinos "


Nunca é tarde para reactivar o Azimute e reacender a chama com @s amig@s.

Assim, apesar da memória difusa desse passado longínquo ainda  me recordo que:
Os cavalos e as éguas iam periodicamente à inspecção a Carrazeda de Ansiães.

A inspecção era feita por médicos veterinários, oficiais do exército. 

Os melhores exemplares eram mobilizados para o exército. 

Os dos médicos ficavam normalmente isentos. 

Eram, naquele tempo, o único meio de transporte, nas deslocações, para visitar os seus doentes nas aldeias circunvizinhas.

Foi o caso da Carriça, que o Dr. Belarmino [24.10.1903-24.11.1995], meu pai, me incumbia de levar à inspecção. Era sempre um dos melhores exemplares. 

Os oficiais normalmente gostavam de dar uma volta a cavalo nela.


cajoco

16 comentários:

luisa disse...

O cavalo é um animal de grande beleza. Gosto de ver cavaleiros. Mas nunca tive (nem terei) coragem de montar.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Cá em casa nunca conheci gado muar.
Gosto de os ver correndo nos campos. Parecem mais livres que os restantes animais e são belos elegantes.

Transportes de médicos e de grandes senhores. Estes animais foram armas de guerra e transporte de fidalguia.

lis disse...

Muito bom voltar ao 'Azimute',Jorge
e com um tema que gosto muito.
Lembro bem de uma época que ia lecionar numa escolinha do interior e lá os passeios eram feitos a cavalo_ eu me encantava !!
e montava bem! rsrs
São também muito bonitos e vistosos !

abraço,bom fim de semana

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Jorge. Bem vindo!

As fotos são a preto e branco, mas as memórias bem vivas e a cores, neste recuar no tempo.Em que o cavalo era então mais animal de trabalho do que de recreio.

De cavalo nunca andei, confesso. Mas imagino que gostaria de andar. O mais próximo que disso cheguei foi numa vez em que me puseram em cima dum macho, que desatou a trote, e eu apanhei um grande susto, aflito, sem o conseguir parar...

Um abraço e boa semana.
Vitor

São disse...

Os cavalos são de uma elegância ...


Andei uma vez a cavalo e gostei.

Boa semana :)

Jorge disse...

Amig@s!!
Grato pelos vossos comentários que enaltecem a beleza, o espírito de liberdade, a elegância dos cavalos e o prazer de neles passearmos ou cavalgarmos a trote e a galope.
Na sua grande maioria são mansos e dóceis, reconhecendo quem os bemtrata.
O meu obrigado a tod@s!!!
Jorge

Regina Rozenbaum disse...

Depois dos cães são meus animais favoritos. Se não venho aqui te visitar, não tenho a honra de vê-lo lá no nosso divã né amigo Jorge?!
De qualquer modo deixo-lhe meus beijuuss e o meu desejo de um ótimo retorno!

JUAN FUENTES disse...

Esas historias,no pueden servir de aprendisaje en nuestras vidas

Tunin disse...

Cavalos, para mim, falam de masculinidade, lealdade, força. Sempre fui fã deles e quando morava no interior não me cansavam de os admirar.
Bela postagem,meu amigo Jorge!
Abração.

Majo disse...

~
~ ~ Bem-vindo!

~ ~ Nunca estive perto de um cavalo!

~ ~ Deve ser agradável montar, apesar dos saltinhos...

~ ~ Uma semana agradável e amena.

~ ~ Que S.Martinho não nos abandone!

Jorge disse...

Regina,
Grato pela saudação amiga.
Costumo retribuir sempre os seus comentários. Confesso que peco pela assiduidade. Vou corrigir-me.

Jorge disse...

Juan Fuentes,
Como assim!? A escola da vida é uma aprendizagem contínua...

Jorge disse...

Tunin,
Foi bom ler os seus comentário no Scorpio e no Azimute, amigo.
Comungo também essa admiração pelos cavalos.

Jorge disse...

Majo,
Grato pela saudação amiga.
É mais difícl andar de bicileta do que a cavalo.
O Verão de S. Martinho é sempre bem-vindo.
A minha amiga, idem, ibidem...

MARILENE disse...

Cavalos são mágicos. Não sei montar, mas sou encantada com seu porte altivo e belo. É muito bom ter lembranças, uma forma de reviver momentos preciosos que já se foram.

Jorge disse...

MARILENE,
Os cavalos são animais dóceis e inteligentes.
Estas lembranças, transportam-nos a momentos felizes guardados em qualquer gaveta do passado. Obrigado!