Porto de Sines

Porto de Sines

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

"BADOCA SAFARI PARK" [2 / 4]


 Um cenário da imensidão  do "mato" africano cheio de estranhos sons e imagens.
Totens, esculturas cultuadas religiosamente como deuses em África, precedem a entrada  da "Ponte Panorâmica".

Podem representar figuras de animais como o elefante, que pode simbolizar, força, estabilidade e paciência, entre outros atributos.
 À entrada da PONTE PANORÂMICA um placard  assinala algumas regras que os visitantes devem seguir na sua travessia até chegarem ao "outro lado", local de embarque no comboio/safari, designemo-lo assim.

 O safari propriamente dito começou a partir do momento em que embarcamos no comboio / safari.

O guia deu as boas-vindas aos visitantes e disponibibilizou-se para prestar todos os esclarecimentos necessários.  
O comboio arrancou e pouco depois o guia começou a identificar os animais que observamos no percurso que durou cerca de 50 minutos.   
Dois búfalos pretos vão avançando ignorados por um antílope que se apascenta tranquilamente.
As pastagens são o principal alimento dos búfalos.
Uma pacassa ou búfalo castanho. Os seus hábitos são semelhantes aos do búfalo preto.
Um avestruz macho, cujas penas pretas o distingue das fêmeas que têm as penas cinzentas. É um animal rústico e resistente, semi-nómada. A maioria é encontrada na África Austral.
Uma manada  de bambis fêmeas com um macho ainda jovem.
Um dromedário [camelo de uma bossa] aparece junto a um sobreiro a quem foi retirada a cortiça em 2008.
Três Orix Cimitarra, espécie extinta desde 1990. Existem actualmente cerca de 1250 exemplares em parques zoológicos. São antílopes de chifres curvos para trás e canelados [à semelhança de uma cimitarra - sabre oriental curvo], são agressivos.
Uma cria de orix cimitarra, procurando certamente alimento. 

Os nascimentos são sempre importantes e representam sucesso na conservação e preservação das espécies.
Um tigre de Bengala, apodado de "Gatinho", passeia-se pachorrentamente dentro do seu espaço vedado. Senão, ai dos antílopes e outros animais que andam pelo parque em liberdade.

A girafa é a raínha do parque, chega a atingir 6 metros de altura, é o animal mais alto do mato em África.
Os membros anteriores são mais compridos que os posteriores. Ao andar parece um animal desequilibrado.

Um casal de girafas com uma cria que deve ter cerca de 6 anos.

Devido à sua altura, ao seu pescoço de cerca de 3 metros e à sua língua com cerca de 40 centímetros, pode assim ter acesso aos ramos mais altos das árvores e colher rebentos tenros e frutos silvestres.
[continua]

cajoco



Fontes: Google e Guia [adaptação]

Fotos: cajoco

14 comentários:

Majo disse...

~
~ Olá, Jorge amigo.

~ ~ Continuo deliciada com a tua reportagem do parque Badoca Safari e, por ele, vejo a nossa saudosa e querida África.

~ ~ ~ E m o c i o n a n t e! ~ ~ ~

~ ~ ~ ~ Abraço comovido. ~ ~ ~ ~

Ps ~ Deixei-te um recado no blogue da Luísa.ll;))

Jorge disse...

Majo,
Quando se conhece África, fica-se com uma paixão que não se entende bem.
Quando se avança tem de ser mesmo... "prafrentex"!!!
Agora fiquei eu... emocionado.

lis disse...

oi Jorge
Um Safari que gostaria de apreciar de pertinho _ penso ser a primeira vez que leio a respeito.
Vejo falar no Alentejo mas desconhecia esse Safari.
Estar perto dos animais é muito prazeroso,
abraços Jorge,bom fim de semana

Jorge disse...

Lis,
Só alguem que tivésse muita experiência do "mato" em África [como o meu amigo Rui Quadros], poderia ter uma ideia asssim pzara o Alentejo.
Grato pelo comentário e companhia, sempre "prazerosa" neste SAFARI.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Jorge!

Para quem queira e não possa ir a África, basta ir agora ao Alentejo...Onde muito há para ver, como dá para perceber por esta bela reportagem.

Um abraço amigo
Vitor

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Jorgeamigo

Mais uma "reportagem" esplêndida. O Alentejo é, para mim, a melhor região de Portugal!

E agora uma pergunta: por que bulas ainda não foste à Travessa e lá não deixaste comentário? Estou triste...

Abç

PEDIDO: Manda-me o teu imeile, sff

Jorge disse...

Vitor,
A concessão do Badoca Safari Park envolve uma área de cerca de 90 ha. Convida a passar um dia agradável no meio da natureza e dos seus cerca de 600 animais.
Obrigado pelo seu amável comentário.

luisa disse...

Tenho que visitar este parque um dia destes.

Majo disse...

~
~ ~ Jorge deixei um comentário para o Scórpio no "post" de Sevilha.

~ ~ Quando puderes, não deixes de ir ver no blogue do Luís CC, a
estupenda poesia, "Hoje"-- um espanto!

~ ~ ~ Ótima semana e cordiais saudações. ~ ~ ~

Zilani Célia disse...

OI JORGE!
QUE RIQUEZA, ALGO PARA SER LEMBRADO POR UMA VIDA INTEIRA. ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Jorge disse...

Antunes Ferreira,
Os teus artigos têm pano para mangas. É necssário fazer uma paragem, ganhar fôlego para continuar a ler. O mérito é teu, o demérito certamente é meu.
Grato pelas referências à reportagem e ao Alentejo.

Jorge disse...

Luisa,
Um pulo é coisa pouca para satisfazer uma curiosidade que é natural.

Jorge disse...

Majo,
Fiz já as dililigências por ti sugeridas. Missão cumprida! ;)

Jorge disse...

Zilani Célia,
Há mais para ver; muito para além do que é retratado e descrito neste post, no anterior, e nos dois restantes.
Grato pela presença, sempre atenta!