Porto de Sines

Porto de Sines

sábado, 28 de setembro de 2013

"PORTUGAL JOVEM"

O mar português representa uma superfície equivalente a 55% da Europa e 41,5 vezes o território emerso.  

A utilização e exploração desta vasta zona representa o nosso maior desafio.




PORTUGAL JOVEM - A razão de ser deste nome sugere a necessidade imperiosa de ministrar  cursos de formação que incentivem os jovens na busca de qualificação adequada às exigências profissionais da arte da  faina na pesca  e  não inseri-los nela sem experiência de trabalho.

cajoco

Foto: cajoco

18 comentários:

Andradarte disse...

Esse tamanho todo, é que abre o apetite aos 'Nuestros Hermanos'.
O Cavaco que vá indo até às Desertas, dar de comer aos 'passarinhos'...senão......
Abraço

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Jorge!

Diz muito bem; aproveitar o que é nosso e nos falta só pode estar certo.Dar formação é necessário, assim como valorizar a profissão que, sendo dura, não terá muitos atractivos para quem é jovem...

Bonita foto, duma traineira toda vistosa.

Um abraço amigo; Bom Domingo
Vitor

Jorge disse...

Andradarte,
A nossa plataforma marítima é considerada uma extensão de Portugal, sendo, nesse aspecto, importantíssima para nós.

oteArt disse...

animo con la propuesta para un pais marino desde la historia. enhorabuena por el triunfo de rui costa en el mundial de ciclismo.saludos

Jorge disse...

Vitor,
É verdade que a dureza da vida no mar é pouco convidativa para os jovens.
O mar impôe realmente muito respeito. Por vezes os pescadores têm que enfrentar ventos e mares agrestes.

Jorge disse...

oteArt,
Portugal é um país naturalmente virado para o mar. Daí o desejo de navegar mar adentro.
Rui Costa é um ciclista promissor e com largo futuro. Obrigado pela gentileza dos parabéns.

lis disse...

Linda foto Jorge
Que haja pois incentivos aos jovens .
noite feliz e um bom amanhecer.
abraços

Jorge disse...

Lis,
Os jovens nunca nos desiludem. Merecem todo o nosso apoio.
Grato pelo elogio.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia amigo
Um tema quente e muito maltratado pelos nossos governantes. O mar foi em tempos a força que nos levou a ter nome e uma presença no mundo.

Agradeço a tua presença por este lado. Não sei explicar porque acontecem essas coisas. O meu computador continua avariado. Espero que ao utilizar outro isto não suceda.

As desfolhadas de outro tempo eram realmente diferentes e todos éramos uma família.
A jeropiga, os amendoins ou os tremoços eram outra faceta da festa.
As espigas vermelhas foram as rainhas que muitos aguardavam com esperança de um beijo na amada.
Quantas recordações e quantos olhares lascivos....

ॐ Shirley ॐ disse...

Ao passear pelo seu blog, deixei um abraço a você, Jorge!

São disse...

Valorizar o que tem nunca foi, infelizmente, a vocação portuguesa.

Bom domingo

© Piedade Araújo Sol disse...

bonita foto!
a vida do mar é dura...
uma boa semana e um

beijo

:)

Jorge disse...

Amigo Luis,
Tens toda a razão. A alma de marinheiro valente e forte esteve sempre presente nos portugueses.

Jorge disse...

Grato, Shirley!

Jorge disse...

São,
Dar um pedaço de cor à vida nunca fez mal a ninguém.

Jorge disse...

Piedade Sol,
Obrigado! Os pescadores são homens de coragem, nunca voltam as costas ao mar.

JUAN FUENTES disse...

Las bellezas de los reflejos de tu
fotografia,estás muy conseguida
Juan

Jorge disse...

Amigo Juan,
Bem-vindo ao Azimute!
Mui grato pelo teu elogio.