Porto de Sines

Porto de Sines

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Centro BUDISTA Tibetano [2]

No Verão passado, partindo de S. Bartolomeu de Messines, situada no Barrocal Algarvio, passando por Alte, rumo à Serra do Caldeirão, revisitamos o Centro Budista Tibetano [HUM KARA DZONG], o primeiro construido em Portugal, situado no ponto mais alto da serra, no sítio do antigo Moínho do Malhão, considerado ideal para concentrar energias positivas.


Logo à entrada, num painel de boas-vindas, constam os esclarecimentos necessários ao bom acolhimento dos visitantes e ao funcionamento do Centro.

Pode, no entanto, ser visitado por qualquer pessoa independentemente das crenças religiosas.



O Stupa é um relicário para guardar os restos mortais dos grandes mestres.

 


 Um mausoléu em forma de torre, com cerca de 6 metros de altura, construido em granito rosa, talhado e esculpido em Portugal, concluido em 14 de Outubro de 2008.



A sua forma representa a iluminação de Buda.


Nesta mesinha são depositadas as oferendas dos visitantes.

É tradicional e considerado positivo realizar circumambulações em torno do Stupa, no sentido dos ponteiros do relógio, recitando mantras ou formulando votos para a paz no mundo, o bem-estar dos nossos entes queridos e de todos os seres de um modo geral.
Crê-se que o poder das acções realizadas junto a um Stupa é enormemente aumentado, gerando grandes reservas de mérito e energia, mesmo que tais acções sejam acidentais, dando ainda prosperidade e harmonia às comunidades circundantes.
Ao fundo, na linha do horizonte, destacam-se: uma vista do Centro Budista Tibetano e do antigo Moínho do Malhão [Torre Branca].

Do alto do Malhão divisa-se uma calmante e inspiradora paisagem de 360 graus, de onde se pode avistar o Oceano Atlântico.
Saliente-se que o projecto do monumento ainda não está concluido, faltando, entre outros arranjos, o gradeamento e quatro portas. Tudo isto tem o seu significado.

As energias alternativas, amigas do ambiente, também estão presentes.

Também acha[mo]s outros recursos naturais para o lume.


  É um porto de abrigo, num mundo cada vêz mais difícil, onde nos sentimos mais próximos do Céu e de quem aqui fez um retiro e tomou refúgio com o nome de Tashi [Auspicious]  em 13.8.05.


[cajoco]

24 comentários:

Luís Coelho disse...

Não sabia desta. Um País pequeno, cheio de tantas maravilhas e com recantos desconhecidos.
Aqui perto temos a quinta do Carvalhal em Bombarral com muita coisa da cultura do oriente.
Também é muito agradável de visitar.

BlueShell disse...

Uma maravilha...
Confesso que não conhecia...e através de ti tive, como que uma visita guiada.
Obrigada por isso meu amigo.
Bj em azul-céu-mar.
BS

Jorge disse...

Amigo LUIS,
Uma visita à quinta do Carvalhal, em Bombarral, está agendada para esta Primavera, É uma maravilha imperdível.
Abraço,

Jorge disse...

Blue Shell,
Para mim é motivo de satisfação, não só divulgar estas maravilhas da serra algarvia, mas também o retorno consubstanciado neste seu simpático e agradável comentário.
Bjs
J

lis disse...

Um ótimo registro Jorge
Um lugar acolhedor , silencioso e que transmite paz interior.
obrigada por compartilhar.
deixo abraços e que a semana também seja pródiga em amenidades.

Jorge disse...

Paulatinamente, a LIS, rumando pelas coordenadas do Azimute, entra, faz o seu comentário sereno e parte deixando sempre uma aura de tranquilidade agradável.
Um abraço amigo, retribuindo os votos de BFS.

Ana Tapadas disse...

Desconhecia por completo. Julgo ter visto uma placa indicativa, nunca visitei. Muito interessante, mesmo.

Beijo

Fernanda disse...

Não conhecia amigo Jorge.
Fiquei maravilhada e descobri um excelente destino para quando estiver de férias.

Beijinho

Vitor Chuva disse...

Olá, Jorge!

Obrigado pelas palavras de boas vindas; e também por este post que aqui traz uma revelação: desconhecia que tal lugar de culto existisse.Descoberta preciosa nestes tempos em que não é fácil encontrar paz de espírito e sossego...

Abraço amigo.
Vitor

Jorge disse...

Ana Tapadas,
Obrigado pela visita. Quando puder não deixe de visitar este lugar imperdível.
Bj

Jorge disse...

Fernanda,
Força Amiga! Nas próximas férias disponha de um tempinho e oriente as suas coordenadas para o Moinho do Malhão.
Abr

Jorge disse...

Amigo Vitor,
A sua visita e os seus comentários assertivos são já faziam falta no Azimute. Obrigado!
Um abraço

Janita disse...

Jorge Amigo.
Eis um belo local a visitar! Confesso que desconhecia a sua existência. Há tantos sítios lindos e interessantes por este nosso pequeno País e nós nem deles fazemos a menor ideia, precisamente, por não haver sobre eles a mínima divulgação.
Obrigada meu Amigo, por esta excelente visita guiada.
Beijinhos
Janita

Graça Pereira disse...

Independentemnente da nossa crença, este é um lugar onde o silêncio e a paz nos leva a uma doce reflexão.
Pareceu-me lindo e um lugar a visitar. Obrigada pela divulgação.
Beijocas.
Graça

Maria disse...

Adorei o passeio meu amigo, não conhecia e fiquei encantada. Hoje venho especialmente para agradecer o seu carinho ao ter comemorado comigo o aniversário da minha mãezinha, deixando a sua preciosa mensagem.
“A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.” (Ralph Waldo Emerson)
Que felicidade ter a sua mãezinha com essa idade e bem de saúde, bem como a sua tia. Que seja hereditário e o meu amigo consiga também essa longevidade toda e com qualidade de vida.
Beijinhos
Maria

"quicas" (joaquim do carmo) disse...

Há tanto e tão interessante para descobrir neste Portugal só aparentemente tão pequenino!... Agradeço esta partilha oportuna!
Abraço
Quicas

BlueShell disse...

Volto...para desejar um excelente dia. BS

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Jorge amigo, passei por aqui vinda de outro blogue e vi as lindas maravilhas que eu tanto gosto e ainda não conhecia, assim como não conheço a do Jô Berardo no Cadaval. Que também é lindíssimo mas que só vi por email, eu sou católica mas também adoro tudo que tenha a ver com misticismo pois em minha casa tenho imensas imagens de Budas e Chivas, adorei conhecer este lindo local talvez que um dia destes lá vá fazer uma visita, da minha parte o meu muito obrigado pelas suas tão magnificas maravilhas que nos tem vindo dando a conhecer. Beijinhos de luz e muita paz em sua vida...

Elena disse...

Un lugar especial sin duda. De nuevo agradecerle sus comentarios siempre tan amables.
Beijinhos desde Faro.

Hana disse...

Que imagens maravilhosas querido amigo, que lugares lindos, eu não sabia nada disso, adorei o presente, pq ler tudo isso e ver estas paisagens é um presente divino, obrigada pela partilha.Eu acho linda a filosofia budista.
Com carinho
Hana

oteador disse...

agradable entorno y vistas; curioso enclave budista en portugal.saludos

BlueShell disse...

venho deixar um beijo e saber de ti...
BS

Fernanda disse...

Tenho lá um comentário dum Jorge, mas não sei se é seu. Não tem o link.

Agradeço na mesma e deixo um beijinho.

Ana Aquino disse...

Boa noite Jorge.
Numa busca casual no Google encontrei o seu blogue que muito me alegrou, com este artigo sobre o Malhão e o Stupa.
Não resisiti e partilhei na minha página do Facebook.
Se não concordar, retiro a partilha.
Em 2007 foi a minha vez de tomar refúgio com Ringu Tulku Rinpoche. Desde então não falho nenhum retiro e quando foi a edificação e consagração do Stupa tive a honra de colaborar.
Muito obrigada e até sempre :)
Ana Aquino