Porto de Sines

Porto de Sines

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Casa da Cultura Islâmica e Mediterrânica - Exposição Hans Christian Andersen


Falamos de Hans Christian Anderson [1805 - 1875] escritor dinamarquês cuja obra literária é traduzida para centena e meia de línguas e lembramos que a metade da população da terra considera-a parte da sua cultura.


Hans Christian Anderson viveu uma relação com Portugal, revelada no seu livro Uma viagem a Portugal em 1866.

Com o sentido reconhecimento da generosidade que caracterizam Hans Christian Anderson e a sua obra, 19 Artistas Plásticos Portugueses desejaram com alegria, participar na homenagem com ilustrações e quadros.



A generosidade continuou. Juntou-se-lhes um historiador, um filólogo-andersenalista-tradutor, um narrador, uma ceramista, uma joalheira, um gravador e escultor, artesãos, pessoas da música, das letras, do teatro e, naturalmente, o autor e designer, Niels Fisher.


Quadros e esculturas, produzidos por crianças, jovens e adultos anónimos das 39 cidades e localidades onde a exposição esteve patente, no período de 2005 a 2012, sobre os contos de Hans Christiam Anderson.




 Com ou sem pós de perlimpim a luz de Andersen nunca chega ao fim...



Nota: Esta exposição justificava uma visita guiada atenta e demorada.
Foi no entanto a visita possível, neste caso, com prevalência das fotos prèviamente autorizadas com que a procuramos retratar e divulgar.

Texto: Excerto do Catálogo

Fotos: [cajoco]


15 comentários:

Ana Tapadas disse...

Quem me dera visitar!

O Jorge é uma pessoa tão ponderada que já o admiro.

Beijo

Laura disse...

É assim que acredito o que é o amor, o amor é dar, é dar e receber, mas soa tão bem esse dar, esse, amar, e o receber, que não vou esquecer que este Homem existiu e fez milhares de pessoas felizes com os seus escritos,e a sua obra mantém-se sempre em evidência e pôs os artesãos da vida a trabalhar em conjunto! Mas que bela lição de amor.

ai Jorgeeeee essas letras chatas e mal se percebem e depois; pimba, voltar ao principio, ora...

beijinhos Jorge, Jorgeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...

laura

vitor disse...

Olá, Jorge!

A "reportagem possível"está muito bem apresentada; com bonitas fotos a dar ideia do que lá se poderá encontrar.
Também a mim ele me fez boa companhia, tal como a muitos outros outros.Bela ideia a da exposição!

Um abraço amigo; o post está bem bonito!
Vitor

Graça Pereira disse...

Ainda que possível, como dizes, a "tua" reportagem está perfeita e dá-nos o sentido desta grande homenagem feita a alguém que também amou o nosso país e que mereceu a dedicação de tantos artistas que trabalharam para a mesma.
Obrigada.
Beijo
Graça

Luís Coelho disse...

Parabéns por esta reportagem Jorge. Maravilhoso ver a participação de todos nesta homenagem merecida.
A semente de Hans Christian Anderson floriu na nossa terra - a sua obra deu frutos.

Um abraço com votos de um bom fim de semana e ainda o meu agradecimento por este trabalho.

oteador disse...

que buen gusto en todos los sentidos!!: agradecidos, creativos.....saludos

Fê-blue bird disse...

Hans Christiam Anderson, faz parte da minha cultura literária, adoraria ter visitado esta exposição, mas o amigo com estas belíssimas fotos e descrição quase que imaginamos ter lá estado.
Obrigada.

beijinhos

Maria disse...

Meu amigo uma reportagem perfeita, adorei a visita.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

lis disse...

Muito bem registrada Jorge
Gostaria de ter participado da visita, obrigada por incluir-nos trazendo as fotos.
um abraço grande

Ángel disse...

Curioso reportaje, colorista y bien realizado.
Gracias por pasar y comentar en fotosque importan
Un cordial saludo

casos e acasos da vida disse...

Gostei da reportagem, não só da forma excelente como foi feita, mas também da beleza que partilhou!

Grande abraço!

BlueShell disse...

Sempre muito especial, este espaço...
Obrigada, Bom fds
BS

Fernanda disse...

Obrigada pela partilha maravilhosa, já que não visitarei a exposição.

Beijinho
Bom fim de semana

"quicas" (joaquim do carmo) disse...

Brilhante reportagem, Jorge, parabéns! Senti-me por dentro!
Abraço e bom fim de semana!
jc

Ana C. disse...

Belíssimas imagens e excelente texto.

Só é de lamentar que as histórias originais deste senhor, tais como as de alguns outros autores, sejam adulteradas em novas (e vulgares!) versões!

Voltarei para o ler. : )

Ana C.

www.oreversodalinha.blogspot.com