Porto de Sines

Porto de Sines

domingo, 12 de junho de 2011

Portugal é capaz


Portugal é capaz


A NAVIGATOR é lider mundial no segmento de papel fino para escritório.

O pinhão português está a ter uma grande aceitação, devido à sua elevada qualidade, e a CECÍLIO SA  aumentou a produção em 60%.

O olival de regadio e azeite extra-virgem, plantado em FERREIRA do ALENTEJO por um português regressado a Portugal, às terras de família, já foi considerado o melhor do mundo em concurso internacional e já foi apodado de petróleo verde.

Tomate ribatejano abastece o Mundo. Mais de 90% da produção é exportada. Cento e cinquenta milhões de euros é quanto factura a indústria ligada ao tomate.


Nós somos capazes


Todos nós, e cada um em seu nível, poderemos contribuir positivamente.

Não deixe ficar mal este maravilhoso país, à beira mar plantado, conforme bem pode ver na fotografia de satélite,   acima.

E a nossa História escreve-se em várias ocasiões com maiúscula.


E-mail recebido [adaptado]

15 comentários:

acácia rubra disse...

Vir aqui é poder respirar um pouco de ar puro.

Um beijo

Fê-blue bird disse...

Positivismo é preciso e recomenda-se. Gostei!

Beijinhos

Andradarte disse...

Haja quem puxe para cima....a nossa tendência é desvalorizar......
Abraço

Manuela Freitas disse...

Acredito Jorge que podemos ser capazes, tudo que diz é positivo e eleva-nos a moral!
Um abraço,
Manuela

Graça Pereira disse...

Claro que somos capazes! Só duvida quem não conhece a nossa História!
Obrigada pelo teu "tijolo" positivo ao qual, junto o meu!
Beijo
Graça

acácia rubra disse...

Há um selinho para si, Jorge.

Beijo

Evanir disse...

A amizade, nasce e cresce como flor,
mas para ela viver,devemos cultivar com amor.
Rega-la a cada amanhecer.
Manter a sinceridade sempre
Não quero sua amizade por um
unico Dia.
E sim para toda vida.
Depois da flor vem a semente.
Vamos planta-la.
Nossa amizade enraizada.
Até o fim da nossa jornada.
beijos meus,Evanir.

Laura disse...

Jorgeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee ...



O nosso Portugal é capaz de tudo se o deixarem e tiver a sorte de ter gente de bem a comandar o barco...

Mas não é isso que me preocupa ou me tira o sono, estou mais virada para o lado da verdadeira mudança interior e aí sim, capricho para quando o Novo Mundo chegar...quero que haja para todos do bom e do melhor, no sentido de que o Amor abre caminho para a pura alegria e bem estar que toda a alma precisa para se sentir una com Deus...

Um abraço apertadinho da laurinhaaaaaaaaaa...

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Jorge!

Eu acho que sim, que somos capazes. Bastará aproveitar as potencialidades que temos, desde que sejamos governados por gente honesta e capaz...

Abraço amigo.
Vitor

Maria disse...

Amigo Jorge temos de ter pensamento positivo, acredito que vamos ser capazes.
Tenha uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

Laura disse...

Jorgeeeeeeeeee... desde ontem que estou aqui sentada a fazer meia, já sei que quando te visito tenho de vir prevenida com algo para fazer, é que não abre a porta nem sequer escancara, fico ali à espera e de tanto esperar peguei num desses barcos e fui por aí a barquear..., voltei, nada, sentei-me na soleira da porta a fazer meia, para a próxima arranja lá um banquito para eu me sentar mais confortável enquanto espero, e acabo a outra e ficas com um belo par de meias para o Inverno...

Vá, como vais? se tens essa paisagem linda de mar e barcos perto de ti, só podes estar bem, e Portugal que se desenrasque.

Um abraço da laurain

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Ó meu lindo Portugal
com tanta beleza tanta
não deixes que esta crise
nos deixe a todos de tanga

Meu querido amigo Jorge, eu já lhe disse que adoro a sua escrita?
Então vou-lhe dizer agora, tudo que você escreve escreve muito bem, não tem quem não entenda a sua linguagem, é sempre um prazer embora não o faça tantas vezes como deveria, mas gosto muito de o ler.
Tenha um lindo amanhecer todos os dias, com o brilho e o calor do sol deste tão lindo jardim à beira mar plantado.
Força Portugal agora não é só na selecção, mas no compromisso das nossas dívidas.
Beijinhos de luz e muita paz...

Manuela Freitas disse...

OLá Jorge,
Agradecendo o seu comentário e deixando um grande abraço,
Manu

Regina Rozenbaum disse...

Jorge, amigo, amado!
Como podem..como fizeram e fazem História. Por aqui, como bem sabes, já passamos por tanta coisa e não continuamos de pé?! Apesar de tantas falcatruas, desmandos, não somos considerados um povo alegre e bem humorado? Penso que é assim: as dificuldades em todos os setores nos fortalecem (não sei explicar como!)e é assim que esse meu Portugal tão amado sairá dessa crise...FORTE e ainda iremos rir muito desses tempos!
Beijuuss n.a.

d'Alma disse...

Eu acho que devemos fazer o que fazemos de melhor; vigarizar tudo e todos e, principalmente, essa koysa da Troyka.
E, já agora, tentar reaver as terrinhas Alentejanas de sucesso, onde quem dá a cara é o portuga mas por trás es~´a o empresário Espanhol que já é dono daquela "massa" de sucesso, já desde os tempos de cavaco silva.
Quanto aos Olivais, por acaso, vi uma reportagem sobre o azeite de determinada herdade que, apresentada como se fosse de um empreendedor Portruguês, e lá apareceu mesmo um português de aspecto tímido e de lacaio!!!!... Só que, logo a seguir, apareceu o verdadeiro patrão do sucesso, bem posto, bem cuidado e com aquele ar de verdadeiro senhor daquelas terras. A falar castelhano, claro!... É assim que Portugal é um país de sucesso, mas, para estrangeiros que vão vivendo à custa do que nos custa e ainda lhes sobram uma gargalhadas à custa dos "patos" de sempre, desde os Governos de Cavcco Silva e um tal de felipe Gonzàlez, 1º Ministro Espanhol da altura das vacas gordas e que coincidiu com o aliciamento Europeu ao abandono da agricultura. Até que ficaram grandes extensões de terra a monte e onde os proprietários Alentejanos, que já haviam vendido as terrinhas aos Espanhóis, ainda tiveram a sorte de dar com uns novos donos do tamanho da sua boa vontade, deixando-os como CASEIROS, na própria quinta. Hoje, algumas dessas quintas são um sucesso de produção. Só que o graveto, esse vai para cofres do satander e outros que não bancos Portugueses e pouco das divisas ficam em Portugal. Isto é o Sucesso Português!...
Isto não se passa apenas na Agricultura, há outros sectores de "sucesso" em que por trás do portuga "testa-de-ferro" é um estrangeiro qualquer ligado a uma qualquer empresa estrangeira. E assim vai Portugal.
A ver vamos se isto muda!....




Abraço