Porto de Sines

Porto de Sines

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Este Senhor é que sabia



" Depois de algum tempo aprendemos a diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.

Aprendemos que amar não significa apoiar-nos e que companhia nem sempre significa segurança.
Aprendemos que beijos não são promessas.

E começamos a aceitar as derrotas com a cabeça erguida.

Aprendemos a construir a nossa estrada no hoje, porque o amanhã é incerto...

Depois de algum tempo aprendemos que o sol queima se ficarmos expostos por muito tempo.

E aprendemos que não importa o quanto nós nos importamos, algumas pessoas simplesmente não se importam...

E aprendemos que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-nos de vez em quando e precisamos perdoá-la por isso.

Aprendemos que falar pode aliviar as nossas dores emocionais.

Descobrimos que levamos anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que podemos fazer coisas num instante, das quais nos podemos arrepender o resto da vida.

Aprendemos que as verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.

E O QUE IMPORTA NÃO É O QUE TEMOS NA VIDA, MAS QUEM TEMOS NA VIDA.


E os amigos são a família que nos permitiram escolher. Percebemos que as pessoas que mais amamos na vida são levadas de nós muito depressa, por isso devemos deixá-las sempre com palavras de afecto, porque pode ser a última vez que as vemos.

Descobrimos que levamos muito tempo para nos tornarmos na pessoa que queremos ser, mas que o tempo é curto.

Aprendemos que não importa onde já chegámos, mas para onde vamos, e se soubermos isso, qualquer lugar serve.

Aprendemos que, ou controlamos as nossas acções ou elas acabam a controlar-nos.

E que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, porque em todas as situações existem sempre dois lados.

Aprendemos que paciência requer muita prática.

Descobrimos que algumas vezes as pessoas de que menos esperamos são aquelas que nos estendem a mão e ajudam a levantar quando caímos.

Descobrimos que só porque alguém não nos ama da forma que nós gostaríamos, isso não significa que esse alguém não nos ame com tudo o que pode.

Aprendemos que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes temos que perdoar-nos a nós próprios.


Aprendemos que não importa em quantos pedaços o nosso coração foi partido, o mundo não pára para que o possamos consertar.

Aprendemos que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Aprendemos que somos realmente fortes.

E que a vida tem muito valor e que nós temos muito valor perante a vida!"




William Shakespeare

Imagem Google

15 comentários:

Luís Coelho disse...

Este texto é espectacular.
Já o li dezenas de vezes e sempre com vontade de o publicar.
Por cada vez que o relei-o como agora parece que ainda encontro lugares novos palavras que me parece não ter visto.

vitorchuvashortstories disse...

Olá,Jorge!

A vida é a melhor escola, e com ela vamos sempre aprendendo.Pena que depois de muito aprender por vezes possa já ser tarde de mais para corrigir erros cometidos...
A lista mostrada é longa, e com muito saber nela contido.

Abraço amigo, bom fim de semana.
vitor

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Meu querido Jorge, as notas já serão poucas para contar mas o dedo esse ficará para sempre até para outras utilidades.
Beijinhos de luz e paz imensa...

manuel marques disse...

Excelente texto.

Abraço.

Maria disse...

Amigo um texto maravilhoso. A vida é um realmente um aprendizado constante.
Tenha um bom domingo.
Beijinhos
Maria

Laura disse...

Jorgeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...

Então esse cara (o Shakespeare)quer dizer que;

a vida é uma caixinha
de surpresas
e dela tiramos
coelhos da cartola
risos da dor
alegria da tristeza
momentos únicos
e pedaços de amor
doados ao acaso
já que a família
nem sempre é como queremos
nem sempre amamos ou somos amados
e nem sempre perdoamos
ou seremos capazes de perdoar
(cá por mim está tudo perdoado, mesmo o que ainda lá vem)
enfim, tentemos viver
de olhos abertos para perceber
que a finalidade da vida
é andar por cá de sorriso no olhar
e saber olhar para o lado
amparar o mais necessitado
sem cobrar...


Um beijito e a poesia, saíu...

muito calor, muita fornalha por aqui.

laura

Graça Pereira disse...

E com o tempo, eu aprendo que, afinal...não sei nada!!
Um beijo e boa semana.
Graça

Multiolhares disse...

e quando descobrimos tudo isso estamos no bom caminho do auto conhecimento
bjs

Jorge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Regina Rozenbaum disse...

Só sei que nada sei...todos os dias!
Beijuuss, amigo, n.a.

Janita disse...

Jorge,querido Amigo.
Não conhecia o texto e achei-o um verdadeiro manual de sabedoria que nos faz meditar. Sobretudo,
naquilo que poderá estar na nossa mão fazer para que possamos crescer e melhorar enquanto seres humanos. Mas há tanta coisa que não depende só de nós e por mais que nos demos nada parece resultar.

Jorge, gostei muito, muito, do que me disse. Nimguém me entende tão bem como o meu Amigo!
Que a vida lhe sorria também, com um sorriso largo, luminoso, acolhedor e aconchegante.
Deixo-lhe todo o meu afecto num abraço apertado.
Janita

Maria disse...

Amigo Jorge, relativamente à questão de por vezes estar com dificuldade em comentar e só conseguir como "anónimo", eu também tive esse problema, mas disseram-me uma forma de contornar essa questão e comigo tem dado resultado.
Quando saímos do blog, devemos “Terminar sessão”, depois quando voltamos a entrar é pedida a nossa senha e nessa altura deve ficar vazia (sem o pico) a caixa que diz "manter a sessão iniciada". Espero que resulte consigo.
Beijinhos
Maria

José Sousa disse...

uito bem amigo Jorge!
Belo escrito este e com tda a certeza que "E O QUE IMPORTA NÃO É O QUE TEMOS NA VIDA, MAS QUEM TEMOS NA VIDA".

Um abraço e bom fim de semana.

Laura disse...

E como me importo contigo, voltei mais uma vez para dar duas de treta, desta vez , talvez por ser Domingo, o portão maior estava aberto, até empurrei a cancela, não fosse ser um truque...mas estava mesmo aberto...

Domingo, um dia mais para segunda feira, que num instante será terça, e a quarta vem chegando como quem não quer a coisa, a quinta espreita logo e a sexta nem é preciso chamá-la, vem numa correria... e o sábado esse pelintra que dura tão pouco, chega o domingo e lá vamos nós para a tal da segunda feira...

deixo um apertadinho abraço (ah, estão lá as tais fotos de biquini do ano sessenta e oito ehhhhh, o pessoal pediu e como agora por mais que queiram nunca me encontram por ai...que mais faz.

laura

sinfonia disse...

Amigo obrigada por permitir.
Inseri este último post
"Este Senhor é que Sabia".
Muito e muito obrigada.
Beijinho
Irene