Porto de Sines

Porto de Sines

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

" SerõeS de InvernO "




As noites no Inverno  em Vilarinho da Castanheira [Trás-os-Montes] eram longas e frias, não faltava a chuva e a neve por vezes atravancava no exterior as portas das casas. Os dias eram curtos e sombrios.

O elemento fundamental da nossa família era o almoço e o jantar, sempre a horas.

Nas noites de Inverno, o Dr. Belarmino, depois do jantar e de tratar os animais domésticos, passava por vezes tempos infindos ensimesmado à lareira, ajeitando os canhotos e as brasas, atiçando o fogo com as tenazes, como que procurando ver saltar as chispas de algumas recordações. Por vezes acompanhava este movimento assobiando entre dentes baixinho.

Recordo «momentos raros» do meu pai a falar connosco, rir connosco e quando me sentava num banco a seu lado, enfiando por vezes a cabeça debaixo da aba do seu casaco. Então ele trauteava baixinho: «Quand j’etai petit je n’etai pas grand / j’allai à l’écolle comme un petit enfant / un sou dans ma poche l’autre dans ma main /»

Ao serão o meu pai passava uma vista de olhos pelos deveres que tinha feito após o regresso da escola. Procurava tirar-me sempre algumas dúvidas.
Para além dos problemas e de outras matérias, fazia ditados e lia sempre em voz alta a lição para o dia seguinte.

Recordo a seguinte passagem: Um dia ao ler um texto intitulado: - A Emilita – a certa altura eu lia: a «Emilinha» é boa dona de casa e gosta de ajudar a mãe. Quando deveria ter lido: a «Emilita». O meu pai mandou-me ler mais vezes. Eu lia sempre de cor «Emilinha» em vez de Emilita. Até que, já desesperado, berrou-me: «Emilita seu burro! Emilita é que é!»
A minha mãe interveio, dizendo que aquilo não eram termos para ensinar uma criança. Eu, que já estava habituado àquelas exuberantes manifestações , retorqui logo à minha mãe: « Não se meta! Isto é só entre nós os dois!»



Com esta saudosa evocação, o Azimute permite-se a uma pequena pausa, reiterando a tod@s votos de um BOM NATAL e um FELIZ ANO 2014.

Jorge

Fotoautor: cajoco


32 comentários:

oteArt disse...

la navidad siempre trae nostalgia de los momentos de la niñez, recuerdos de los que no estan y de la sencillez del pueblo. saludos y felices fiestas.

Jorge disse...

oteArt,
Agradeço a tua opinião, amável, compreensiva e solidária.

Anónimo disse...

Olá, Jorge!

Saudosa, e também saborosa, a evocação dos tempos de criança.Mestre-escola rigoroso, o Dr Belarmino, sinal de tempos idos...

Boas Festas e Feliz Natal, para si e os seus, com tudo de bom.
Com um abraço amigo.
Vitor

Unknown disse...

Aqui no centro de portugal as noites de inverno também são bastante geladas mas,mesmo assim,eu não deixo de ver a minha novela sol de inverno,pois gosto imenso do papel da luciana abreu e então quase nunca perco um episodio da novela. Mas,bem,passei por aqui para te desejar boas festas,beijinhos,bom natal,feliz passagem de ano,fica com deus e até breve!!

Ana Tapadas disse...

Obrigada por esta partilha de emoção e nostalgia, meu amigo.

Festas Felizes!

Beijo

Unknown disse...

E ...pergunto eu ?
-Haverá alguém que não goste do serão à fogueira ??
Quantas recordações sobem com as chamas e nos deixam carregados de saudades desses dias.

Desejo também um Santo Natal e um novo ano cheio de paz e prosperidade
Abraços

Jorge disse...

Viva, Vitor!
Bons e velhos tempos foram esses...
O Dr. Belarmino, salvo raras excepções, não era muito atreito a pieguices [como agora dizem...]; refeições a horas e maneiras à mesa era assunto seu.
O estudo era também assunto sério e... a sério. Eu encarava isso com naturalidade.
Agradeço a bonomia do seu comentário; retribuindo com amizade e satisfação as suas saudações amistosas.
Outro abraço,
Jorge

Jorge disse...

Joaninha Musical,
O teu amistoso comentário é música celestial para mim.
Desejo também tudo de bom para ti e que tenhas muito sucesso na vida.
Beijinhos,
Jorge

JUAN FUENTES disse...

Desde Andalucia te deseo felices fiestas

Jorge disse...

À lareira, com as achas a arder, são memórias que resistem durante toda uma vida.
Agradeço e retribuo os teus votos solidários, amigo Luis.
Um abraço,
Jorge

Jorge disse...

JUAN FUENTES,
Do Litoral Alentejano desejo-te também um Bom Natal e Próspero Ano 2014.

Jorge disse...

Ana Tapadas,
Do Litoral Alentejano para o Alentejo, aqui vai uma saudação de agradecimento pela sua presença amiga.
Jorge

Zilani Célia disse...

OI JORGE!
RECORDAÇÕES...
ACHEI LINDO, LEMBRARES DE TEU PAI COM TANTO CARINHO E TAMBÉM TUA RESPOSTA À INTERVENÇÃO DE TUA MÃE, PROVANDO O ENTENDIMENTO E O RESPEITO QUE TU, UMA CRIANÇA AINDA, TINHAS POR ELE.
UM NATAL MUITO FELIZ JUNTO AOS TEUS É O QUE TE DESEJO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Lídia Borges disse...


É inevitável.
O Natal leva-nos... Leva-nos de volta à infância. É mágico, sim!

Um beijo e FELIZ NATAL!

Lídia

lis disse...

Oi Jorge
Também a Ti desejo um excelente Natal e que 2014 nos encontre com desejos de voltar a esse recanto que tanto bem nos faz!
E que o Inverno chegue calmo sem grande tribulações e que encontre sempre um 'casaco' que o aqueça ok?
Feliz Natal, com abraços

Carla Fernanda disse...

Jorge,
Feliz natal para você e toda a família!!

Carla Fernanda, 21 de dezembro de 2013

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨.-“``“-.
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨/______;¨\\
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨{_______}\\|
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨(/¨a¨a¨\\)(_)
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨(¨.-.#.-.¨“)
¨¨¨¨¨_____ooo__(¨¨¨=¨¨¨)_________
¨¨¨¨/¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““-.____.-“¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨\\
¨¨¨¨|¨¨¨¨¨¨¨¨¨FELIZ NATAL¨¨¨¨¨¨¨.¨.“|
¨¨¨““|¨¨¨¨E¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨UM¨¨¨¨|
¨¨¨““|¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨PRÓSPERO¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨|
¨¨“¨“|“¨¨¨ANO¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨NOVO¨¨¨|
¨¨¨¨\\____________________ooo_____/
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨(___|___)
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““\\__|__/
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““{__|__}
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““|_ | _|
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““/-“Y“-\\
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨“(__/ \\__)


Bjussss

luisa disse...

Boas recordações...
Festas felizes e um excelente 2014. :)

Maria Rodrigues disse...

Como sabe tão bem recordar os nossos natais de criança, quanta magia e encanto havia...
Amigo Jorge hoje venho especialmente por três razões:
Primeiro: para pedir desculpa da minha ausência, mas a minha mãe encontra-se internada com problemas muito graves de saúde sendo o tempo disponivel e a disposição bem reduzidos.
Segundo: para agradecer todo o carinho e amizade sempre demonstrados nas mensagens deixadas em comentários.
Terceiro: Desejar que a Paz, Harmonia, Saúde e Amor estejam hoje e sempre presentes na sua vida. Um NATAL muito FELIZ .
Beijinhos
Maria

© Piedade Araújo Sol disse...

recordações de infância sempre presentes.É bom!
um Bom Natal e um
beijo

:)

Jorge disse...

Zilani Célia,
Em criança, o meu pai levava-me com ele para todo o lado. Principalmente para o campo.
Nesta altura é sempre um lenitivo recordar os que partiram.
Retribuo os teus votos de um Natal Feliz, com simpatia e amizade.

Jorge disse...

Lídia Borges,
Uma síntese perfeita que traduz o meu pensamento. Obrigado!
Bj
J

Jorge disse...

Lis,
Obrigado pela tua carinhosa opinião.
Abr
J

São disse...

Gostei de lei a sua evocação.

Desejo-lhe e a quem desejar uma boa passagem de ano e um estupendo 2014!

Grato abraço pelos votos e pela companhia, rrss

Jorge disse...

Maria Rodrigues,
Antes de mais, desejo sinceramente as melhoras e recuperação da saúde de sua mãe.
Cada um de nós faz o melhor que pode e como pode. A minha amiga não necessitava justificar-se. No entanto, agradeço a sua atenção.
Retribuo votos amigos, desejando-lhe um 2014 com saúde,paz e felicidade.

Jorge disse...

São,
As suas visitas "São" sempre bem-vindas.
Retribuo, reiterando os meus votos de um FELIZ 2014.

Suzete Brainer disse...

Essas lembranças são registros

de afetos e sempre é bom

entrar em contato, aquece

o coração...

Desejo um feliz 2014!

Repleto de paz, alegria,amor

saúde e sonhos vestidos

de poesia...

Grata pela tua gentil visita

e preciosas palavras!

Grande abraço,Jorge!

Jorge disse...

Suzete Brainer,
A primeira visita e comentário recebidos em 2014 no Azimute merecem ser celebrados com passadeira vermelha até ao infinito.
Outro grande abraço, com votos de um Feliz 2014.

Anónimo disse...

Belíssimo e que legal seu pai falava francês?

Tenha um ótimo dia!

rosa-branca disse...

Olá amigo, podem dizer que não, mas das recordações também se vive. Feliz Ano Novo e beijos com carinho.

Jorge disse...

Rosa-branca,
São as recordações profundas da minha infância a falar por mim. Obrigado!

Unknown disse...

Passei por aqui, mas não há novidades...Será que ainda há borralho...?
Junta mais umas cavacas e reavivemos as chamas da memória...recordar é viver... A vida continua...

Jorge disse...

Luis Rodrigues,
Realmente, o Azimute está a preguiçar demais. Vamos ver se avança, nem que seja para dar uma volta de... eléctrico.