Porto de Sines

Porto de Sines

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Fontes d'Alte - FONTE GRANDE [3/3]

Nada melhor que a musa inspiradora do poeta Altense Cândido Guerreiro  que, no seu pequeno quarto de estudante em Coimbra, o levou a escrever este maravilhoso e nostálgico soneto, transportando-o até à paisagem mais distante da sua terra, evocando...  A FONTE GRANDE, O SÍTIO LINDO... onde compôs os seus... PRIMEIROS VERSOS E DE QUE O POVO CONTA INGÉNUAS LENDAS...

Soneto  mais tarde gravado nestes  quatro degraus em homenagem ao poeta.


Magnífico recanto florido que demarca a montante da Ribeira  de Alte a Fonte Grande com casas simples e brancas.



A Fonte Grande uma verdadeira piscina de águas límpidas cercadas de arvoredo majestoso, em pleno convívio com a natureza, um oásis de frescura...


Enquanto alguns  desfrutam momentos de lazer, permito-me chamar a atenção para o canto inferior direito da foto com  um excerto dos famosos degraus que serviram  de mote à introdução deste post.


Ali, os miúdos  brincam e convivem alegremente em contacto com a natureza.


Existem zonas verdes  que proporcionam aos visitantes  lazer e bem estar.


Um espaço na encosta do monte privilegia um anfiteatro  destinado certamente a festivais de folclore e espectáculos promovidos pelos altenses.


Um parque de merendas à sombra da paisagem bucólica de exuberante arvoredo.


 

Um refrescante banho é sempre apetecível.


A queda de água  no limite juzante da Fonte Grande em que ribeira prossegue passando
...

pela tranquilidade da Fonte Pequena... e seguindo o seu percurso até à confluência com a Ribeira do Algibre, passando a chamar-se Ribeira de Quarteira, desaguando no Oceano Atlântico próximo da Marina de Vilamoura.


Visitar os recantos e os encantos de Alte é um passeio sempre apetecível...

[cajoco]

10 comentários:

Graça Pereira disse...

Não admira que o poeta tivesse saudades da sua terra tão linda...sei como é! Quando estamos afastados da terra que nos viu nascer, há um sentimento que torna tudo mais grandioso ainda!
Belissimo soneto e que merece todo o destaque!
Bjs e bom fds.
Graça

Regina Rozenbaum disse...

Bem diferente essa piscina de águas límpidas...e que beleza o soneto!
Beijuuss,amado, n.a.

BlueShell disse...

Oh, o soneto é lindísimo mas as fotos são perfeitas: dão-nos uma visão paradisíaca do local.

Assim que o meu marido estiver melhor talvez consigamos ir aí uns dias para relaxar! Que maravilha, Jorge!
Obrigada,
Bj

Janita disse...

Jorge Amigo.
Fiquei deslumbrada com as fotos lindas que nos mostram que em Portugal temos lugares belíssimos que muitos de nós não conhecemos!
Muitas vezes vamos para fora do País, esquecendo que "cá dentro" temos sítios maravilhosos como não encontramos em lado algum.
As suas legendas, ricas de informação e sentimento, completam lindamente este post tão interessante.
Obrigada meu Amigo, por toda essa beleza que connosco tem partilhado.

Um grande abraço com carinho, Jorge.
Janita

Maria disse...

Que fotografias lindas que local encantador, vou registar para quando for ao Algarve ir visitar. Obrigado pela partilha.
Boa semana
Beijinhos
Maria

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Jorge!

Dá vontade de dizer que a beleza e encanto de Alte aumentam com cada novo post publicado.O lugar é mesmo lindo,e tão bem cuidado e conservado que ir até lá uma tentação, e quase obrigação - que nada custará a cumprir...
Belas fotos, servem aqui de linda moldura ao texto.Parabéns!

Abraço amigo; boa semana.
Vitor

Ana Tapadas disse...

Que coisa interessante e fotos lindas!

Tenho que seguir os seus óptimos roteiros.

Bjs

Elena disse...

Lindo lugar Jorge. Pasar por tu blog es ir connociendo lugares de este país que adoro!
Abraço desde Faro!

Jorge disse...

Amigos/as,
Gostei da vossa companhia na descoberta dos recantos e encantos de Alte, considerada a aldeia mais pitoresca do Algarve. Até breve.
Um abraço para todos/as.
J

Maga disse...

Realmente que recantos magníficos nos são oferecidos através das fotos que tão bem retratam estas paisagens lindas e que infelizmente tantos desconhecem... Eu por exemplo, não conhecia de todo, o que me dá pena.
Obrigada pela mostragem e pelas belas fotografias
Maga